Passar para o conteúdo principal
Sustentabilidade-Digital

Nos últimos anos, o ISEL tem vindo a realizar esforços significativos que visam uma transição digital sustentada que contemple a desmaterialização de processos académicos e administrativos, assim como, a incrementação da interoperabilidade entre os vários sistemas informáticos.

É com esta visão que o ISEL tem captado financiamentos, nomeadamente junto do Sistema de Apoios à Modernização Administrativa – SAMA. Neste momento está a ser implementado um projeto com caráter inovador e radical, que contempla a reestruturação dos mecanismos de autenticação, de desmaterialização de processos, da interoperabilidade e da uniformização de regras relativas ao repositório físico e digital de informação e de documentação. Está também a ser implementado o Balcão Único Digital (BUD), que funcionará como um portal front end, permitindo a solicitação de serviços e a obtenção de informação com base na interoperabilidade com as restantes aplicações informáticas do ISEL. O grau de inovação, de simplificação de processos e de diminuição de custos associados a esta operação, revela um elevado grau de demonstração e de replicabilidade para outras entidades públicas similares.

A implementação de um campus inteligente com base na IoT (Internet of Things) é outro dos desafios que o ISEL tem vindo a abraçar. O desenvolvimento tecnológico associado à evolução de sensores e capacidade analítica de dados abrem um vasto leque de oportunidades no combinar de ambientes físicos, digitais e online, tendo em vista uma utilização e monitorização mais eficaz dos serviços e valências a disponibilizar à nossa comunidade. O ISEL já deu início a esta revolução digital, gerindo, de forma remota e em tempo real, os consumos energéticos, a produção da central fotovoltaica do ISEL, o sistema AVAC e a iluminação exterior. Estes são os primeiros passos de um campus que se pretende moderno, sustentável e eficiente.